Redação para SEO – Checklist da otimização!

redação para SEO - checklist da otimização

redação para SEO - checklist da otimização

​Dentro do marketing de conteúdo é extremamente importante dominar as regras de redação para SEO para que o seu texto ocupe as primeiras posições nos buscadores. Mas o que isso quer dizer? Existe algum segredo na elaboração do texto?

​O princípio da redação para SEO é basicamente o mesmo de um artigo escolar ou jornalístico, informar de maneira clara aquilo que o leitor quer entender. Contudo, existem alguns elementos que podem levar o seu texto à primeira página do Google e outros que podem fazê-lo se perder em seu site.

Na verdade, são três etapas do marketing de conteúdo que você precisa cumprir para que os seus textos cheguem ao top 3 do Google e seja visto por milhares de pessoas. Fique calmo, vou te revelar os segredos da redação SEO.

Três fases da produção de conteúdo

​Muitas pessoas ficam presas ao checklist do plugin Yoast SEO para saber se o seu conteúdo está ou não otimizado, mas se você seguir os passos que detalharei abaixo, as chances são grandes do seu texto aparecer logo nas primeiras posições.

O que fazer na etapa do planejamento de texto?

Planejamento - Use ferramentas como UberSuggest, Keyword Planner ou SEMrush para encontrar palavras-chaves (keywords) relevantes para o assunto que você deseja escrever.

Opte por palavras-chaves média mensal 50 a 300 pesquisas mensais. Veja na ferramenta escolhida o SD (search difficult ) da keyword escolhida, esse indicador deve ser abaixo de 25% para um rankeamento rápido.

Ao aplicar essa tática no meu planejamento de redação para SEO, sempre consegui colocar os meus artigos na primeira página do Google em menos de 3 meses após a sua publicação. Acredite!

​Além de escolher uma palavra-chave principal, analise outros termos relacionados que podem ser explorados no mesmo texto. Isso vai te ajudar a definir o início, meio e fim do texto na​ hora em que for redigi-lo.

O que meu texto precisa ter?

Redação - Muito se fala sobre os tamanhos dos artigos para que eles alcancem as boas posições no Google. Li um artigo do Neil Patel, hoje o meu maior guru de SEO, em que vários testes foram feitos e chegaram a conclusão que o mínimo deveria ser de 1.200 palavras para concorrência média.

Partindo deste princípio, é melhor você definir um mínimo de 1.000 palavras para cada artigo que for produzir.


Bem, mas o que vou escrever neste artigo?


Vou te contar um segredo: vá ao Google, digite a palavra-chave escolhida e observe os 10 primeiros resultados. Veja o que eles respondem, quais são as dores que eles resolvem.

Nessa avaliação, veja se eles têm imagens, vídeos, infográficos e demais elementos visuais, hoje o Google valoriza muito os textos multimídia.

Na hora de produzir o seu artigo você precisa tomar cuidado com o tamanho dos parágrafos. Tente mantê-los entre 4 a 5 linhas, no máximo. Com raríssimas exceções, evite criar trechos muito grandes, isso não é bom para o leitor do celular 🙂

Quanto a densidade (quantidade) de citações da sua palavra-chave, novamente use o bom senso. Faça ela aparecer em uma frequência de uma vez a cada 80 a 120 palavras. Isso vai permitir que a sua densidade fique entre 1% e 2%, volume considerado ideal na otimização do seu texto.

Mas não é só com a densidade que você deve se preocupar. Observe também se a sua palavra-chave aparece no primeiro parágrafo, isso é praticamente uma lei!

Você conhece o princípio das heading tags, também conhecidas como Hs? Estes são os seus títulos e subtítulos do artigo e podem ser classificadas como H1 (título principal), h2 (subtítulos dentro do artigo), h3 (podem ser outros ítens de destaque dentro do seu artigo). As demais heading tags são mais usadas na programação, dificilmente no corpo do conteúdo.

Falei aqui das heading tags porque você deverá se preocupar muito com ela. É obrigatório que o seu título (H1) contenha a palavra-chave escolhida, assim como ela deve aparecer em ao menos 1 dos H2 do conteúdo. Ou seja, seu texto para SEO deverá ter no mínimo um H2 para atender a essa demanda.

​Seguindo estas etapas, a sua redação para SEO está cumprida, independente se estiver usando wordpress ou outra plataforma qualquer.

redação para SEO - checklist da otimização

redação para SEO - checklist da otimização

​Como coloco o meu texto no ar?

Publicação - Essa é uma fase em que muitas pessoas se perdem e fazem de qualquer jeito, caindo por terra todo o cuidado das duas primeiras etapas.

A publicação de um conteúdo é tão importante quanto o ato de planejá-lo e redigi-lo.

É importante manter uma frequência de publicação, mas isso não é primordial.

Você precisa primeiramente tomar cuidado com a categorização do conteúdo. Essa definição permitirá ao Google entender o contexto do conteúdo para ser eficiente na escolha ou não da sua página em uma resposta a um determinado usuário.

O passo seguinte é a escolha da URL do conteúdo. Sim, não deixe a geração da URL ser automática, ela deve ser otimizada.

Vamos analisar aqui o nosso caso: ​Redação para SEO - Checklist da otimização!

Se tivesse deixado a geração da URL de forma automatizada, ela seria /redacao-para-seo-checklist-da-otimizacao, mas perceba que ela ficou apenas /redacao-para-seo/

Isso é feito para que o Google entenda rapidamente do que se trata o meu conteúdo. Sim, a URL também é um fator de otimização na geração de um conteúdo para SEO.

Evite o uso massivo de negrito, mas faça o uso dele sempre que achar necessário. Uma média de uma vez a cada três parágrafos é ideal para ajudar a guiar o leitor e também reforçar o objetivo do conteúdo para os bots do Google.

Escolha uma imagem que encante e surpreenda o leitor. Cuidado com fotos negativas que provoquem apreensão ou pavor no seu leitor, fazendo com que ele abandone imediatamente o seu site.

A imagem deverá também ser salva com o nome apenas da palavra-chave escolhida, além de ter a legenda e texto alternativo contendo a keyword. No nosso exemplo aqui as imagens foram salvas como redacao-para-seo.jpg, por exemplo.

Tome cuidado para que as suas imagens não ultrapassem o limite de 50kb. Evite, sempre que possível, usar arquivos maiores. Sites leves e rápidos são mais exibidos nos resultados de pesquisa orgânica 🙂

Chegou o momento dos meta dados: o Google não é obrigado a seguir os dados que você preenche como Meta Título e Meta Descrição, mas eles precisam ser encantadores e despertar a curiosidade dos leitores.

Muita gente erra ao fazer um resumo na Meta Descrição. Use esse campo como se fosse colocar o seu produto em uma prateleira de mercado: destaque-se! Veja o que os seu concorrentes fizeram e seja melhor do que eles. Algumas descrições de sucesso já respondem o usuário e deixam uma dúvida no ar, outras apresentam números e mais informações.

​Faça também a conexão com outras páginas, internas ou externas. Coloque links para outros textos que sejam úteis para o seu leitor ou estratégicos para a sua empresa.

Segredo - A minha dica extra quanto a publicação do seu conteúdo é: force o Google a indexá-lo na hora.


​Como isso é possível?


O Google Search Console, antigo Google Webmaster Tools, tem uma função que é analisar URL e indexar conteúdo. Esse é o caminho para que o seu texto publicado agora apareça em alguns minutos nos resultados de pesquisa.

Não espere a boa vontade do Google de visitar o seu sitemap para indexar novos conteúdos. Isso pode acontecer amanhã, semana que vem ou daqui três meses, o seu texto pode aparecer hoje nos resultados de pesquisa!

Seguindo todas as etapas apresentadas aqui neste artigo de redação para SEO as suas oportunidades de destaque serão maiores que os concorrentes e o seu tráfego orgânico terá um crescimento agressivo.

​Apliquei esta metodologia por 12 meses em um cliente e o resultado foi extraorginário: o tráfego orgânico cresceu mais de 20 mil %. Veja recorte do Analytics abaixo:

redacao para SEO - checklist da otimização

Redação para SEO funciona sim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *