Por que investir em marketing de conteúdo?

por que investir em marketing de conteúdo
Por que você deve investir em marketing de conteúdo?

Não importa o tamanho do seu projeto, pode ser um grande ecommerce ou mesmo um pequeno blog, em ambas as situações você vai sempre buscar um crescimento de audiência. Se ela for orgânica, melhor ainda. Por que investir em marketing de conteúdo? SEO vale a pena?

É sempre importante ajustar a expectativa de um cliente com o segmento em que ele atua, o tempo de existência do projeto e o investimento disponível. Todos estes fatores vão ajudar ou dificultar o processo para atrair mais tráfego orgânico.

Já expliquei uma vez como colocar o seu site no topo do Google para uma pesquisa específica, mas hoje o objetivo é detalhar os motivos que levam uma pessoa a investir em marketing de conteúdo.

Primeiro vou explicar a teoria, vem comigo!

Por que investir em marketing de conteúdo

A expansão dos celulares inteligentes (smartphones) trouxe uma facilidade para os usuários, eles não precisam mais digitar ou lembrar a URL exata de um site, basta pesquisar um termo por texto ou voz que um buscador trará o resultado.

Isso acontece com os aparelhos IOS (Apple) ou com Android.

Inclusive, o próprio nome da gigante das buscas ganhou um significado bem específico aqui no Brasil. Quem nunca ouviu a expressão “dá um Google aí“?

Ou seja, investir em marketing de conteúdo é estar disponível para os buscadores, mas o seu foco deve ser sempre o usuário final, o público-alvo definido para seu site.

Você pode se questionar: “mas eu sou pequeno, como vou competir com grandes empresas?”

Com planejamento você pode ser o Davi e vencer o Golias.

Como isso é possível?

Diagnóstico + estratégia + planejamento + monitoramento constante.

Eu não tenho intenção de entrar nos detalhes técnicos de cada elemento do marketing de conteúdo, caso você ainda não esteja familiarizado com eles, aprofunde a leitura aqui:

Em termos de conceitos, marketing de conteúdo é uma estratégia de expansão do tráfego por meio de produção de material em texto, vídeo ou artes para atender determinadas necessidades.

Uma operação natural deve contar com mais da metade do tráfego orgânico, uma parte de social e só uma pequena parte de ADs com foco em conversão.

Criar conteúdo útil em um blog é uma importante técnica para ampliar o tráfego orgânico
Criar conteúdo útil em um blog é uma importante técnica para ampliar o tráfego orgânico

Por onde começar?

A fase de diagnóstico é extremamente importante para saber o quão distante o site está do objetivo que se deseja alcançar.

Aqui você vai definir quem são os concorrentes, quais são as personas, qual é o público-alvo, quais são os conteúdos que devem ser produzidos, qual o volume de publicação e a definição de KPis (indicadores de performance).

Vamos jogar xadrez?

A elaboração da estratégia é como uma partida de xadrez, você precisa sempre ter em mente qual o seu objetivo final e jamais perder o foco.

Você dificilmente saberá quanto que um concorrente está investindo em marketing de conteúdo, mas poderá acompanhar seus números e ver se está diminuindo a distância ou ampliando para cada um dos monitorados.

Na elaboração da estratégia você vai definir quais são os conteúdos prioritários, o tamanho de cada artigo, infográfico ou vídeo, qual será a linguagem a ser usada, quantidade de imagens, etc

Eu aprendi com os meus mais de dez anos em marketing de conteúdo a priorizar sempre as pequenas pesquisas.

Por que isso?

Pense como um pequeno agricultor. Antes de colher uma lavoura completa, você precisa testar o solo, experimentar sementes e regar as plantas.

Trazendo para o universo digital, o profissional de marketing de conteúdo tem que conhecer como funcionam as regras de otimização e atualizações dos algoritmos do Google (testar o solo), depois ele terá que produzir diversos materiais e testar a sinergia com o público-alvo (experimentar sementes).

Em seguida, ele terá que observar o posicionamento de cada material produzido e fazer as otimizações necessárias (regar as plantas).

Não se deixe levar por emoções momentâneas

O planejamento precisa ser realista e deve trabalhar com muita antecipação de conteúdo sazonal.

Pegue uma planilha online, tipo Google Sheets, e anote lá quais são os seus concorrentes, quantas palavras eles têm posicionadas na primeira página do Google, quais são as datas comemorativas que interessam ao seu público-alvo e quais são os temas principais que você deseja posicionar.

Faça uma pesquisa de palavras-chave cauda longa, que tenha um baixo volume de pesquisas (menos de 200 por mês) e com dificuldade de posicionamento (DO) abaixo de 20.

Oriente cada redator a produzir um conteúdo, para o caso de texto, usando a linguagem estabelecida e com um tamanho superior ao do concorrente.

Como saber isso?

Cada pesquisa atrai uma intenção diferente. O Google trabalha com a intenção do usuário para apresentar o resultado da busca e isso é aperfeiçoado constantemente.

Para você saber qual o tamanho do artigo que deverá ser produzido para uma determinada palavras-chave, o ideal abrir o navegador em versão anônima e pesquisar o termo escolhido.

Em seguida, abra os cinco primeiros resultados e avalie cada um. Veja se tem imagem, vídeo ou outros elementos. Observe links internos e externos, tamanho do artigo, etc

Com essa análise você terá a resposta sobre qual o tamanho do artigo que deverá ser produzido para determinado termo em sua estratégia de marketing de conteúdo.

Por via de regra, aqui na Coesão nós só produzimos conteúdos com mais de mil palavras. Sempre abordamos cada palavras-chave (keyword) de forma ampla, explicamos o que é a intenção da pesquisa e colocamos conteúdo rico extra para satisfazer o usuário.

Esse é um dos nossos segredos para ter sucesso nos trabalhos realizados para alavancar a audiência orgânica de nossos clientes. Vai funcionar para o seu caso? Tudo depende. Por isso é importante ter atenção ao último item que falaremos a seguir!

Cuidado para não se perder. Por isso, organização é um dos segredos!
Cuidado para não se perder. Por isso, organização é um dos segredos!

Monitoramento constante

Lá na metade deste texto sobre marketing de conteúdo eu falei sobre a definição dos KPis, que são os indicadores de performance que serão medidos para avaliar o sucesso ou fracasso da estratégia de marketing de conteúdo.

Alguns destes indicadores (KPis) podem ser:

  • Total de acessos únicos
  • Total de acessos únicos orgânicos
  • Total de keywords indexadas na primeira página
  • Tempo médio dos usuários na página
  • Autoridade de domínio

Como critérios secundários, você pode medir também:

  • Total de pesquisa pela marca
  • Total de leads gerados
  • Total de receita gerada

Por fim, jamais esqueça de medir e comparar os dados dos concorrentes. Na mesma planilha online insira as URLs que serão monitoradas e anote, por mês:

  • Total de keywords indexadas na primeira página
  • Autoridade de domínio

Estes dados acima vão te ajudar a ajustar a estratégia e o planejamento para se aproximar de um concorrente ou ampliar a sua liderança na busca orgânica.

Você vai precisar usar ferramentas como Ubersuggest, SEMrush e MOZ, mesmo em suas versões gratuitas, para fazer este trabalho contínuo.

Você pode e deve também fazer avaliações frequentes sobre velocidade do site e outros itens técnicos, já que eles interferem também no posicionamento orgânico de cada site, mas isso vou explicar em outro momento.

Tentei reunir aqui as principais atividades que devem ser executadas para obter um bom posicionamento orgânico. Conseguiu compreender por que investir em marketing de conteúdo e os passos necessários para iniciar esta estratégia?

Caso precise, conte com a estrutura da Coesão para alavancar o seu marketing de conteúdo e atrair mais visitas orgânicas. Fale conosco!

Estamos a disposição para fazer o seu projeto ter sucesso no mundo online.

Se ficou satisfeito com o artigo em que explico por que investir em marketing de conteúdo, aproveite para compartilhá-lo com os amigos nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *